CURSO PREPARATÓRIO PARA CONCURSO PARA PROFESSOR DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Frete Grátis
Código: Concurso-Porfs-eduinf
2x de R$ 80,00
R$ 160,00
ou R$ 152,00 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 160,00 sem juros
    • 2x de R$ 80,00 sem juros
    • 3x de R$ 57,64
    • 4x de R$ 44,06
    • 5x de R$ 35,93
    • 6x de R$ 30,51
  • R$ 152,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

CONCURSO PARA  PROFESSOR PARA DA EDUCAÇÃO INFANTIL

(Professor Municipal de Educação Infantil - Prefeitura Municipal de Belo Horizonte)

CONFIRA O EDITAL  01/2021

 

Modalidade        Online: Flexibilidade e comodidade para você estudar a qualquer hora e em qualquer lugar;

Objetivo              Curso preparatório para os professores da educação infantil;

Público-Alvo       Professores, pedagogos e demais profissionais da área de educação;

Início                  IMEDIATO

Acesso                Ilimitado: O Aluno acessa o curso quantas vezes for necessário, em qualquer horário.

 

 

QUAL O CONTEÚDO DO CURSO?

 

Todo o conteúdo está organizado em textos, podcast's, vídeos complementares, exercícios e simulados.

 


Mais 350 questões de provas anteriores
Simulados para você treinar
Vídeos, podcasts, exercícios, simulados e acompanhamento de nossos tutores.
Todo o conteúdo referente aos temas abordados no edital
Material completo em PDF
Material complementar para estudo
Tutores capacitados para auxílio no conteúdo e solução de dúvidas
6 meses de acesso ilimitado à todo o conteúdo
 
GRADE DE DISCIPLINAS
       

CONHECIMENTOS POLÍTICO-PEDAGÓGICOS

A prova de conhecimentos político-pedagógicos tem como objetivo verificar a capacidade de análise crítica dos candidatos em relação a questões contemporâneas da educação, abordadas a partir de vivências no cotidiano escolar, considerando possibilidades de intervenção pedagógica que aprimorem a relação ensino-aprendizagem. 

Conteúdo Programático 

 

1. A função social da escola na perspectiva de garantia de direitos: aprendizagem, inclusão, democracia e cultura.

Objetivo do item: Compreender a educação como um direito subjetivo, enfatizando a perspectiva da inclusão escolar e do respeito às diferenças socioculturais.

2. Os processos de ensino e aprendizagem e a avaliação escolar.

Objetivo do item: Reconhecer os processos avaliativos como ação política e pedagógica de caráter formativo, inclusivo e processual, que demanda a compreensão global da trajetória escolar dos estudantes, dos seus modos de apropriação do conhecimento e de suas formas de expressão.

3. A Lei Federal nº 9.394/1996 e a legislação educacional brasileira: seus avanços e suas perspectivas para a fundamentação político-jurídica da educação.

Objetivo do item: Compreender a importância dos fundamentos legais e normativos da educação nacional, a fim de construir uma escola democrática e inclusiva.

4. Planejamento docente e organização do trabalho pedagógico na concretização de uma educação de qualidade social.

Objetivo do item: Compreender concepções e metodologias que referenciam a construção do planejamento docente, tendo como referência a política educacional do Município, o Projeto Político-Pedagógico e a proposta de ensino-aprendizagem da escola.

5. Referenciais curriculares para o ensino na Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte.

Objetivo do item: Conhecer os referenciais que fundamentam a organização curricular da Educação Básica na Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte (Proposições Curriculares da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte, Percursos Curriculares e Trilhas de Aprendizagens para Rede Municipal de Educação em Tempos de Pandemia, Currículo Mineiro, Base Nacional Comum Curricular).

6. Educação Integral como fator de qualidade social no atendimento educacional.

Objetivo do item: Compreender os princípios e conceitos político-pedagógicos da Educação Integral e de sua trajetória no Brasil, abordando aspectos do currículo integral, da importância dos territórios educativos, da gestão democrática e participativa e da formação integral dos sujeitos.

7. Letramento como responsabilidade de todas as áreas de conhecimento.

Objetivo do item: Dominar a concepção do letramento como fundamento para o exercício da cidadania: vinculação entre leitura e escrita, bidialetismo, superação do preconceito linguístico, reconhecimento dos diferentes usos sociais e culturais da oralidade, da leitura e da escrita nos processos de ensino-aprendizagem em sua correlação com a vida e com as diversas áreas de conhecimento.

8. Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) e cultura digital no contexto escolar.

Objetivo do item: Compreender a necessidade de desenvolver práticas educacionais e de ensino-aprendizagem voltadas para a apropriação do letramento digital e para o uso consciente das tecnologias da informação e da comunicação no mundo contemporâneo.


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BELO HORIZONTE, Secretaria Municipal de Educação. Desafios da Formação. Proposições Curriculares para a Educação Infantil. Belo Horizonte. 2009. v.01 

______.  Desafios da Formação. Proposições Curriculares para a Educação Infantil . Belo Horizonte. 2009. v.02 

CARVALHO, Levindo D.; SILVA, Rogério Correa da. Educação Integral nas Infâncias: pressupostos e práticas para o desenvolvimento e a aprendizagem de crianças de 0 a 12 anos. 2017.

 COSCARELLI, Carla Viana. (Org.). Tecnologias para aprender. São Paulo: Parábola Editorial, 2016. 192 p. 

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 18. ed. São Paulo: Paz & Terra, 2001. 

LUCKESI, Cipriano C. Tendências pedagógicas na prática escolar. Filosofia da educação. São Paulo: Cortez, 1994. 

______ . Avaliação da Aprendizagem Escolar. 8. ed. São Paulo: Cortez Editora, 1998. 

MIZUKAMI, M.G.N. Ensino: As abordagens do Processo. São Paulo: EPU, 1986. 

MORAN, José Manuel. A Educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. 2 ed. Campinas: Papirus, 2007. 174 p. 

PARO, Vitor Henrique. Gestão Democrática da Escola Pública. 3. ed. São Paulo: Ática, 2012.

ROJO, Roxane; MOURA, Eduardo. (orgs.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012. 264 p. 

SOARES, Magda B. Letramento: um tema em três gêneros. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

SOARES, Magda. Letramento e alfabetização: as múltiplas facetas.

STREET, Brian V. Os novos estudos sobre letramento: histórico e perspectivas. In: MARINHO, Marildes; CARVALHO, Gilcinei Teodoro (orgs). Cultura escrita e letramento. Belo Horizonte: UFMG, 2010. 

VASCONCELLOS, Celso dos Santos. Coordenação do Trabalho Pedagógico: do projeto político – pedagógico ao cotidiano da sala de aula. São Paulo: Libertad, 2002. 

______.  Planejamento: projeto de ensino-aprendizagem e projeto político pedagógico. São Paulo: Libertad, 2007. 

VEIGA, Ilma P.A. Escola, currículo e ensino. In: I.P.A. Veiga e M. Helena Cardoso (org.). Escola fundamental: Currículo e ensino. Campinas, Papirus, 1991. 

VEIGA, Ilma Passos da (org.). Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. Campinas: Papirus, 1998.

VYGOTSKY, L.S. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

 


CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS NÍVEL SUPERIOR PROFESSOR(A) PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

 

A prova de conhecimentos específicos para o cargo de Professor para a Educação Infantil pretende verificar a capacidade de compreensão e o domínio crítico dos candidatos em relação aos conhecimentos conceituais e pedagógicos referentes ao cuidar, ao educar e ao letramento na Educação Infantil, considerando os processos de desenvolvimento e aprendizagem das crianças de 0 a 5 anos de idade e tendo como eixos as interações e a brincadeira. 


Conteúdo Programático 


1. Processos de desenvolvimento e aprendizagem nos primeiros anos de vida.

Objetivo do item: Compreender que, desde os primeiros anos de vida, o cérebro depende de estímulos para desenvolver todo seu potencial e que é no corpo e por meio dele, que a aprendizagem e o desenvolvimento se manifestam, percebendo que toda experiência se constitui como ação indispensável ao desenvolvimento infantil e que a criança toma consciência de si e se apropria do mundo através do comportamento perceptivo-motor. 


2.As interações na Educação Infantil.

Objetivo do item: Compreender que as experiências interativas são uma característica e uma necessidade do ser humano e que é através das vivências individuais e coletivas que as crianças interagem com o mundo e com as pessoas que as rodeiam, iniciando os processos de apreender, reconhecer, compreender e construir significados sobre si, os outros e o mundo social e natural. 
 

3. A importância do Brincar: Concepções sobre brincar, brincadeira e jogos.

Objetivo do item: Reconhecer a brincadeira como a principal atividade da criança e o brincar como oportunidade de desenvolvimento que permite aprender, experimentar o mundo, elaborar hipóteses e possibilidades, estabelecer relações sociais, construir a autonomia, organizar as emoções, desenvolver a habilidade motora e a aprendizagem das linguagens, compreender e (re)significar a realidade. 


4. A importância da organização do trabalho escolar na Educação Infantil: tempos, espaços e materiais.

Objetivo do item: Compreender que organizar os tempos, espaços e materiais pedagógicos permite criar experiências e vivências em situações estruturadas com intencionalidade educativa, de forma que a criança possa desempenhar um papel ativo e exercitar suas habilidades e seus conhecimentos para uma constante e progressiva aprendizagem, efetivando as interações e a brincadeira como eixos norteadores do trabalho pedagógico. 


5.Cuidar e Educar: funções indissociáveis na Educação Infantil.

Objetivo do item: Compreender que o “cuidar educando” e o “educar cuidando” constituem-se como princípios essenciais e indissociáveis de toda e qualquer atividade pedagógica que se realize, reconhecendo a criança como sujeito de direitos, que demanda a construção de estratégias de aprendizagem que apresentem ricas oportunidades para garantir avanços no seu desenvolvimento integral e o atendimento às suas necessidades específicas. 


6. O currículo na Educação Infantil.

Objetivo do item: Compreender o currículo da Educação Infantil como uma construção dinâmica e compartilhada pelos sujeitos envolvidos nos processos educativos, orientada por princípios e concepções estabelecidas pela Política Educacional do Município e pelo Projeto Político-Pedagógico de cada instituição. 


7. A criança e o desenvolvimento da linguagem oral e escrita na Educação Infantil.

Objetivo do item: Compreender a importância da apropriação de diversas linguagens como instrumento fundamental para a produção e a fruição da cultura, entendendo a relevância das linguagens oral e escrita para a formação de crianças leitoras e usuárias competentes do sistema de escrita, respeitando-as como produtoras de cultura, em seus diferentes ritmos e fases de desenvolvimento, para permitir uma aprendizagem contínua e progressiva.

 
8. A relação família-escola.

Objetivo do item: Reconhecer a Educação Infantil como uma ação complementar à da família e que o estabelecimento de uma relação efetiva entre família e escola é fator fundamental para uma educação de qualidade social que favoreça a formação de cidadãos éticos e conscientes. 


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

 

AROEIRA, Maria Luísa Campos. Didática de pré-escola: vida criança: saber brincar e aprender. São Paulo: FDT, 1996

BAQUERO, R. Vygotsky e a aprendizagem escolar. Porto Alegre, Artes Médicas, 2001. 

BARBOSA, Maria Carmem Silveira; HORN, Maria da Graça Souza. Organização do Espaço e do Tempo na Escola Infantil. In.: CRAIDY, Maria; KAERCHER, Gládis Elise P. da Silva. Educação infantil: pra que te quero?– Porto Alegre: Artmed Editora, 2001, p. 67-79. 

BARBOSA, Maria Carmen Silveira; HORN, Maria da Graça de Souza. Projetos Pedagógicos na Educação Infantil. Porto Alegre: Artmed, 2008. p. 23-30 

BARBOSA, Maria Carmem Silveira. Rotinas na Educação Infantil, por amor e por força. Porto Alegre: Artmed, 2006. 

BELO HORIZONTE, Resolução CME nº 001/2015, de 05 de março de 2015. Fixa normas para o funcionamento de instituições de educação infantil do Sistema Municipal de Ensino de Belo Horizonte (SME/BH).

BELO HORIZONTE, Secretaria Municipal de Educação. Desafios da Formação. Proposições Curriculares para a Educação Infantil. Belo Horizonte. 2009. v.01

BELO HORIZONTE, Secretaria Municipal de Educação. Desafios da Formação. Proposições Curriculares para a Educação Infantil. Belo Horizonte. 2009. v.02.

BELO HORIZONTE, Secretaria Municipal de Educação. Avaliação na Educação Infantil: Desafios da Prática. Belo Horizonte. 2009.

 BRASIL. Resolução CNE/CEB nº 005/2009, de 17 de dezembro de 2009. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. 

BROUGÉRE, G. Jogo e Educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998. 

FARIA, Vitória; SALES, Fátima. Currículo na Educação Infantil: diálogos com os demais elementos da proposta pedagógica. São Paulo: Ática, 2012 FERREIRA, Rossetti C. (org). Os Fazeres na Educação Infantil. São Paulo: Cortez, 2009. 

HOFFMANN, Jussara. O jogo do contrário em Avaliação. Porto Alegre: Mediação, 2006.

MORAIS, Artur Gomes de. Consciência fonológica na educação infantil e no ciclo de alfabetização. 1. ed. Belo

Horizonte: Autêntica, 2019 

OLIVEIRA, Zilma M. R. et al. Creches: crianças, faz de conta e cia. 14. ed. Petrópolis: Vozes, 2002

RIBEIRO, Ednéia; AMARAL, Maria Cristina Fontes; JENEVIAN, Nilcéia B. Práticas de leitura e escrita na transição entre Educação Infantil e Ensino Fundamental: possíveis continuidades. In: MICARELLO, Hilda; SCHAPPER, Ilka; LOPES, Jader J. M. (org.) Itinerários investigativos: Infâncias e Linguagens. Juiz de Fora: UFJF, 2012. p. 35-52 

SMOLE, Katia; DINIZ, Maria; CÂNDIDO, Patrícia. Coleção Matemática de 0 a 6. Brincadeiras Infantis nas aulas de matemática - Vol.1. Porto Alegre: Artmed, 2000. SMOLE, Katia; DINIZ, Maria; CÂNDIDO, Patrícia. Coleção Matemática de 0 a 6. Resolução de problemas - Vol. 2. Porto Alegre: Artmed, 2000. 

SMOLE, Katia; DINIZ, Maria; CÂNDIDO, Patrícia. Coleção Matemática de 0 a 6. Figuras e formas - Vol. 3. Porto Alegre: Artmed, 2003.

FORNEIRO, Lina Iglesias. il. FRELLER, Cintia C.; FERRARI, Marian A. de L. D.; SEKKEL, Marie C. Educação Inclusiva: percursos na educação infantil. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2008.

GOLDSCMIED, Elinor; JACKSON, Sonia. Educação de 0 a 3 anos: o atendimento em creche. 2 ed. – Porto Alegre: Artmed, 2006. 

HOFFMANN, J. Avaliação na pré-escola: um olhar sensível e reflexivo sobre a criança. Porto Alegre: Mediação, 2000. 

KISHIMOTO, T. M. Jogo, brinquedo, brincadeira e educação. São Paulo: Cortez, 1999. 

KISHIMOTO, T. M. O brincar e suas teorias. São Paulo: Pioneira, 1998. KRAME, Sônia. Com a pré-escola nas mãos. São Paulo: Ática, 2000.

LIMA, Elvira de Souza. Como a criança pequena se desenvolve. São Paulo: Sobradinho, 2001. 

LIRA, Aliandra Cristina Mesomo; SAITO, Heloisa Toshie Irie. Elementos essenciais na prática pedagógica na Educação Infantil e seus desdobramentos. 2011.

MELLO, Suely Amaral. As práticas educativas e as conquistas de desenvolvimento das crianças pequenas. In:

RODRIGUES, Elaine, et al. Infância e práticas educativas. Maringá: Eduem, 2009. p. 11-21. 

MICARELLO, Hilda Aparecida Linhares da silva; DRAGO, Rogério. Concepções de Infância e Educação Infantil: um universo a conhecer. In: KRAMER, Sônia. Profissionais de Educação Infantil: gestão e formação. São Paulo: Ática, 2005, p. 133. 

OSTETTO, Luciana Esmeralda. Planejamento na educação infantil, mais que a atividade: a criança em foco.

PIMENTEL, A. A ludicidade na educação infantil: uma abordagem histórico-cultural. Psic. da Ed., São Paulo, v. 26, n. 1, 2008, p. 109-133.

REDIN, E. O espaço e o tempo da criança: se der tempo a gente brinca. Porto Alegre: Editora Mediação, 1998. 

TIRIBA, Léo. Educar e cuidar: buscando a teoria para compreender os discursos e as práticas. In: KRAMER, Sônia. Profissionais de Educação Infantil: gestão e formação. São Paulo: Ática, 2005, p. 66 a. 86.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 4ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1991.

METODOLOGIA

Nosso curso vale-se de diferentes recursos tecnológicos, com o intuito de possibilitar uma maior interação de seus participantes com as discussões atuais em Educação. Através da educação a distância, mediada pela internet como fonte de interação e comunicação e do computador como recurso tecnológico, buscamos oportunizar uma melhor interação entre teoria e prática. Nossos cursos estimulam a interatividade e a interação entre os participantes, rompendo barreiras geográficas de tempo e espaço, permitindo que a informação seja transmitida com qualidade e excelência.

 

VANTAGENS DE NOSSOS CURSOS

A Educação a Distância possibilita que os cursistas estejam separados por tempo e espaço de seus professores, fazendo dessa modalidade de ensino uma modalidade flexível. Além disso, é o aluno que imprime seu ritmo de estudo de modo individualizado. O tutor oferece em nosso curso um atendimento personalizado, levando em consideração a subjetividade humana, buscando aproximar afetivamente os atuantes no curso. Nossos cursos buscam oferecer qualidade na formação a preços acessíveis aos professores em todo o Brasil. Além disso, os cursos a distância estimulam a autoaprendizagem, o desenvolvimento de atitudes, interesses e curiosidade.

 

EQUIPE

Nossa equipe possui ampla experiência na atuação na educação a distância e nos diferentes segmentos da Educação. Sendo assim, oferecem em nossos cursos uma relação direta entre teoria e prática, facilitando a atuação dos profissionais.

 

* Curso Legalizado, conforme artigo 205 a 214 da Constituição Federal, Lei nº 9.394/96, Lei 11.471/2008 e Decreto Presidencial nº 9.057/ 2017.

 

Produtos relacionados

2x de R$ 80,00
R$ 160,00
ou R$ 152,00 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • Pagar.me
Selos

EaD Espaço Educacional - CNPJ: 18.205.790/0001-07 © Todos os direitos reservados. 2022

Chiclé Digital